quarta-feira, junho 20, 2007

Jardim de pedra





Fotos Rui Lopes
Numa tarde de Inverno, meti um filme a preto e branco na máquina. Em solitário, contemplei este maravilhoso jardim e registei a luz. Por lapso revelaram o filme como se fosse uma pelicula de cor. Quando levantei a revelação, desdobraram-se em desculpas. Mas eu ao abrir o envelope, comentei para mim mesmo..."abençoado engano". São das melhores fotografias que tenho.

4 comentários:

Anónimo disse...

Tens que me emprestar a tua máquina para tirar fotografias assim :-) "Abençoado engano" e abençoados os meus olhos, continua a mostrar-nos este bendito jardim!

Un abrazo, Roberto

Jota disse...

Já estive lá e contigo ...
Estão muito bonitas mas fica assim com ar de planeta Vermelho (Marte??)

Xo_oX disse...

Já fotografei várias vezes rochas neste local. Estes blocos de rijo granito em completo des/equilíbrio inspiram-nos. Parabéns, pelas formas e pela(s) cor(es)

Anónimo disse...

Arte!
A arte do engano...
Bela!
Talvez um sinal de que as pedras da vida...têm a cor que quisermos!
Mas é preciso que sejamos capazes de ver essas cores!
Parabéns porque o foi!
Alzira Lima